Header Ads

RECORD, SBT E REDETV! ARMAM GUERRA CONTRA TV PAGA NO BRASIL - SE PREPAREM



A briga entre a Sky e a Fox foi só um aperitivo do que executivos de três das maiores redes do país juntas preveem para os próximos dias, mais exatamente dia 29 de março de 2017, quando irão desligar seus sinais analógicos e bloquear o sinal de todas as TVs por assinatura no Brasil. Unidas na Simba, uma empresa criada no ano passado após aprovação do Cade, a Record, o SBT e a RedeTV! planejam cortar completamente seus sinais das operadoras de TV por assinatura após o apagão analógico em São Paulo, maior mercado do país

Advogados de ambas as partes já se preparam para uma guerra que deve terminar nos tribunais. Na semana passada, a Simba começou a enviar às operadoras uma proposta comercial. O documento informa que com o fim da TV analógica, a legislação permitirá às redes abertas cobrarem pelos seus sinais digitais e que, por isso, já quer abrir negociações em nome de Record, SBT e RedeTV!.

Juntas, as três redes detêm 21,2% da audiência de todos os canais, entre abertos e pagos, no cabo e no satélite, de acordo com dados de fevereiro. Mais relevantes do que elas, só a Globo que detêm 26,1%. Os canais da Fox, que geraram centenas de ameaças de cancelamento de assinatura à Sky na semana passada, tiveram 3,43% da audiência da TV por assinatura.

As emissoras de TV já sabem que as operadoras irão recusar qualquer negociação para pagar pelos sinais abertos, que são gratuitos. As operadoras estão dispostas a pagar para ver o que acontecerá, uma vez que estão na casa do assinante de TV por assinatura, quase 30% da população do país e justamente a mais rica e educada, também é importante para as redes abertas, que vivem de publicidade.

Todas as operadoras, das gigantes Net e Sky às menos expressivas, foram contra a aprovação da Simba durante processo no Cade (Conselho Administrativo de Direito Econômico), no ano passado. Seus argumentos vão do caráter gratuito da TV aberta, que são concessões públicas, podendo levar ao desequilíbrio econômico e ameaça à concorrência de forma desleal, uma vez que a tributação é completamente diferente, agravando-se o fato que todas recebem bilhões todos os anos de verbas governamentais.

As emissoras abertas também estão dispostas a pagar para ver se as operadoras resistem à perda de clientes, que exigirão seus sinais. Elas se sentiram fortalecidas com a posição da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) de que para compensar a saída da Fox, a Sky deveria oferecer novos canais similares ou reduzir o preço da mensalidade paga pelo assinante.

Executivos da Record, SBT e RedeTV! dão como certo que não haverá acordo com as operadoras e que, no mais tardar em abril, suas frequências serão cortadas em São Paulo, onde opera a Net, a maior do país. A Net, uma das maiores opositoras da aprovação da Simba no Cade, já sinalizou que não aceita pagar pelos sinais abertos.

O corte na TV paga ocorrerá assim que o sinal de TV analógico, cuja distribuição é obrigatória e gratuita no cabo, for desligado na Grande São Paulo, o que está previsto para 29 de março. Depois virão Goiânia (31 de maio) e as regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Fortaleza e Belo Horizonte (26 de julho). Em um primeiro momento, o corte de sinal será apenas na Grande São Paulo.

Os dirigentes das TVs abertas têm um "padrinho" muito forte: o bispo Edir Macedo. O dono absoluto da Record, segundo altas fontes, está convencido de que é justo as operadoras pagarem por seus sinais de alta definição, uma vez que já remuneram a Globo, e que essa receita é relevante. As redes estimam que podem faturar de R$ 360 milhões a R$ 1 bilhão por ano.


Editor Responsável: Diego Lincoln
Revisão: Gabriel Santos

Uma das únicas revistas online que é mensalmente impressa, Notícia & Verdade está de olho e vai continuar apoiando a operação Lava Jato, sempre.

13 comentários:

  1. o nosso Brasil é rico em vários aspectos incluindo em arrecadação de muitos impostos, taxas e tributos,o que estar faltando é pessoas capacitadas para distribuir estas rendas, estes recursos financeiros de forma justa e ordeira para tirar o pais da pobreza.

    ResponderExcluir
  2. Eu acho um absurdo oque as operadoras cobram poelos pacotes de programaçao e um roubo os donos das tvs pagas deveriam ter vergonha na cara e baratear mais as asinaturas pois asim todo mundo poderia ter uma tv por asinatura em sua casa vc faz um pacote de 120 canais por exemplo e quase 80 canais e de musica isso e um absurdo pagamos pelos canais de tv nao pelos canais de musicas

    ResponderExcluir
  3. ou seja, mais gente quer entrar na mamata da Rede Globo.

    ResponderExcluir
  4. Por isso que uso minha azbox,todos canais liberados e não pago nada,é errado sim mas eles não cooperam com o valor nas mensalidades.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Se apeguem ao contexto, esquecem do que querem passar e ficam focando em outras coisas..A revista têm agora o feeback desse fato e procure melhorar p q não mudem o foco..Já viu o q está desfocando do real

    ResponderExcluir
  7. Já q sair nas ruas não dá resultado..vamos convocar os militares antes q perdemos nossa patria..Aqueles q acreditam nas crenças q eles foram piores, mude pq se não têm outra alternativa q venham eles p salvar a Patria..E quem não viveu essa época. .pense duas vezes antes de se pronuciar..pesquisem e se atualizem. Falar pq ouviram outros q ajudaram a piorar a situação. .esqueçam. .vão atrás do q houve...Eles erraram sim qto ao meio de comunicação. .Já assumem..e o q os atuais fazem hoje? Pesquisem e reflitam..vamos perder nossa pátria. .Já estão vendo ou vão continuar com essa crença cega?

    ResponderExcluir
  8. Já q sair nas ruas não dá resultado..vamos convocar os militares antes q perdemos nossa patria..Aqueles q acreditam nas crenças q eles foram piores, mude pq se não têm outra alternativa q venham eles p salvar a Patria..E quem não viveu essa época. .pense duas vezes antes de se pronuciar..pesquisem e se atualizem. Falar pq ouviram outros q ajudaram a piorar a situação. .esqueçam. .vão atrás do q houve...Eles erraram sim qto ao meio de comunicação. .Já assumem..e o q os atuais fazem hoje? Pesquisem e reflitam..vamos perder nossa pátria. .Já estão vendo ou vão continuar com essa crença cega?

    ResponderExcluir
  9. Se apeguem ao contexto, esquecem do que querem passar e ficam focando em outras coisas..A revista têm agora o feeback desse fato e procure melhorar p q não mudem o foco..Já viu o q está desfocando do real

    ResponderExcluir
  10. Em 2018 o povo vai e vota nos mesmos que estão fazendo isso... A culpa é deles ou de quem vota? Bolsonaro to contigo e não nego sou a favor do radical de mais.

    ResponderExcluir
  11. É daí? O que que tem? Todos reclamam do sistema de governo, mas ninguém faz nada. Não temos União. As pessoas são partidários e os defendem. Tá tudo certo.

    ResponderExcluir
  12. Intervenção militar urgente!!!!!

    ResponderExcluir

Comente utilizando a sua conta junto ao Facebook: